• IPACRI

6ª. MINISTRAÇÃO NA CASA DE PAZ – PROSPERIDADE

6ª. MINISTRAÇÃO NA CASA DE PAZ – PROSPERIDADE

INSTRUÇÃO PARA O LIDER – Estamos a uma semana do final da campanha. Depois de hoje só teremos mais uma reunião na semana que vem e uma confraternização para celebrarmos esse tempo andando juntos. Essa festa pode ser só com o pessoal de sua “casa de paz” ou podem se agrupar varias de uma mesma macro célula para fazerem um churrasco juntas, por exemplo. Este é o momento de confirmar a continuidade da célula nesta casa, de falar do Encontro com Deus e insistir que as pessoas frequentem o templo para receberem a unção que há no meio da igreja.


Texto-chave: ll Samuel 6:10-12

INTRODUÇÃO – No Antigo Testamento, a presença de Deus era representada por um móvel que ele mandara construir chamado “arca da aliança”. Onde estava à arca, ali estava a Gloria de Deus. Porem, devido ao pecado do povo de Israel, a arca fora levada pelos inimigos e ficou longe por muito tempo... Isso também ilustra a nossa historia. Vivemos em pecado e, como consequência não tinha a presença do Senhor conosco... Davi tentou trazer a arca de volta a Jerusalém, mas não o fez conforme a palavra de Deus e um levita chamado Uzá acabaram morrendo, por tratar as coisas sagradas de maneira leviana. Nesse momento, entra na historia um homem, que será momento de reflexão hoje: Obede-Edom abriu sua casa para receber a arca da aliança e ela passou três meses ali. Sabe qual foi o resultado? A bíblia diz que “o Senhor o abençoou e á toda a sua casa”. A prosperidade dessa família foi tão evidente que todo mundo soube, inclusive o rei Davi! Vamos ver como e porque isso aconteceu...


1. A PROSPERIDADE DE DEUS EM NOSSAS VIDAS SEMPRE SERA FRUTO DE NOSSAS DECISÕES – II Samuel 6:10 – A arca do Senhor deveria ser levada nos ombros dos sacerdote. Isso representa que a vida com Deus obedece aos princípios que ele estabeleceu em sua palavra e não á maneira como os homens querem que seja... Uzá morreu porque não respeitou as Escrituras, ainda que tivesse boas intenções. Diante disso, Davi tomou a decisão de não se comprometer e abriu mão da arca, mas Obede-Edom decidiu que queria compromisso, abriu sua casa para a presença do Senhor e por isso foi abençoado – Textos de apoio: II Samuel 6:3-9; Deuteronômio 30:19-20; Josué 24:15.


2. A PROSPERIDADE DEPENDE DE LEVARMOS AS COISAS DE DEUS A SÉRIO – II Samuel 6:11 – Ao aceitar receber a presença do Senhor em sua casa, sabendo do que havia acontecido com Uzá por sua irreverencia, Obede-Edom demonstrou estar disposto a fazer as coisas á maneira de Deus e organizar a sua casa de acordo com os princípios bíblicos. Está implícito que, se Deus o abençoou com prosperidade é porque ele se agradou dele e aprovou o seu comportamento-Textos de apoio: Salmos 37:4; 128:1-4.


3. NÃO PODEMOS PERDER A OPORTUNIDADE DE MUDAR A HISTORIA DE NOSSAS VIDAS E FAMILIAS – II Samuel 6:12 – Obede-Edom vivia uma vida comum com a sua família. Quando surgiu a chance de receber a presença de Deus através da arca, ele decidiu que não perderia aquela oportunidade de ser abençoado e permitir que o Senhor reescrevesse a sua historia... Vamos refletir sobre algo muito importante: a maioria das pessoas esta colhido pelo Senhor para abrigar sua presença em nosso lar. Precisamos aproveitar essa chance que a graça de Deus nos dá e mergulhar de cabeça na fé e num relacionamento de compromisso com Jesus – Texto de apoio: Oseias 4:6; João 15:16; Mateus 19:21-22; Marcos 2:14.


4. TEMOS QUE DECIDIR ENTRE PERDER OU SEGUIR A PRESENÇA DE DEUS- Samuel 6:12 – Quando o Rei Davi soube que a casa de Obede-Edom e tudo o que lhe pertencia haviam sido abençoados, se inspirou e foi buscar a arca da aliança para leva-la á Jerusalém. Assim, Obede-Edom não pode manter a arca em casa, mas certamente manteve a presença de Deus. E por quê? Porque decidiu seguir servindo ao Senhor. Quando estudamos a historia bíblica, o encontramos lá na frente como um sacerdote que servia ao Senhor no templo. Ele tomou a decisão de não ficar com a benção de Deus apenas por três meses, mas de prosseguir crescendo na fé e envolvendo-se cada vez mais com o Senhor e sua obra... E nós? Vamos seguir o caminho de Obede-Edom? As sete semanas da aliança estão acabando. Vamos parar por aqui ou vamos perpetuar a presença de Deus em nossas casas, avançando em nosso crescimento espiritual? –


Texto de apoio: I Crônicas 15:17, 18,24; Oseias 6:3 Filipenses 3:13-14.

CONCLUSÃO – Será que Deus já mudou a historia de nossa vida, como fez Obede-Edom? Independente da benção que esta sendo buscada nestas sete semanas, será que nossa vida voltara a ser a mesma sem a presença do Senhor, ou vamos seguir a arca e nos envolver cada vez mais com o Senhor? Esse é o tempo de decisão mais serias. Não podemos perder o que Deus começou a fazer em nossa vida.


INTRUÇÕES FINAIS AO LIDER – Procure dedicar um tempo orando e desatando a benção sobre a vida profissional e financeira das famílias. Exalte o fato de que permanecem fieis, já chegando ao final da campanha. Antes de encerrar a reunião, use um tempo para despertar em todos o desejo de novos para se inscrevam no Encontro com Deus. Vai ser Tremendo



IPACRI "Mais que uma Igreja, uma Família"


FIQUE ATENTO!

AGENDA

Quinta-Feira: Culto 20H / Inicio campanha "Fruto do Espírito"

Domingo: Culto 18:30H / Inicio Campanha "7 igrejas do apocalipse"


CAPACITAÇÃO DESTINO: Toda terça feira as 20H.


Pré-encontro 26/11 as 20:00 hs

Encontro com Deus: 06,07,08 Dezembro/19


08/12 - DOMINGO - SANTA CEIA DO SENHOR

08/12 - DOMINGO - FESTA DA COLHEITA ( MACROS )


REDES SOCIAIS




"Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém".

Romanos 11:36

66 visualizações

Rua Palmeira de leque, 510

São Paulo, SP 08061-430

ipacrioficial@gmail.com

HOME

© IPACRI - Todos os direitos reservados

____________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Porque ele vive posso crer no amanhã!