• IPACRI

A GRAÇA NO MEIO DA CRISE

A graça não deve ser um ensinamento ou um objeto da sua fé, deve ser o princípio da sua vida”

Ele, que é o resplendor da glória e a expressão exata do seu Ser, sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, depois de ter feito a purificação dos pecados, assentou-se à direita da Majestade, nas alturas, tendo-se tornado tão superior aos anjos quanto herdou mais excelente nome do que eles. (Hb 1.3,4)

Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou, e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo, — pela graça sois salvos, e, juntamente com ele, nos ressuscitou, e nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus. (Ef 2.4-6)

O Senhor é totalmente amável e cheio de beleza e glória, e a Bíblia diz que você está n’Ele diante de Deus. No entanto, temos encontrado muitos irmãos com o coração partido clamando por uma palavra de Deus, com medo de tudo o que está acontecendo, mas creio que a palavra de Deus para nós hoje não é para fazermos alguma coisa, e sim para vermos o que não estamos vendo. Vamos olhar para Ele e ver o seu amor enquanto somos libertos por sua graça e possamos reinar em vida (Jo 8.32).

A VERDADE É O EVANGELHO

A verdade que precisamos conhecer para sermos livres de todo medo e ansiedade é a verdade do amor e do favor imerecido de Deus em Cristo. Precisamos descobrir o quanto Ele nos ama e se importa conosco.

Muitos estão derramando lágrimas de medo e insegurança, mas eu tenho uma palavra a respeito de suas lágrimas nesses dias. Na lei da primeira menção, a palavra “lágrimas”, tanto no Velho Testamento quanto no Novo, são lágrimas de uma mulher, e Deus as recolhe como preciosas porque Ele quer enxugar as suas lágrimas. Deus quer enxugar as lágrimas da igreja hoje, Ele quer curar o seu coração, Ele quer libertá-lo de tudo que o atormenta.

Em Gênesis 21.16, foi o choro da escrava Agar que Deus socorreu, e, em Mateus 2.18, foi o choro de Raquel, esposa de Jacó, que significa “ovelha”. Deus quer enxugar as lágrimas dos que estão perdidos e rejeitados, mas também quer enxugar os olhos das suas ovelhas.

Todos nós escutamos que Deus quer o nosso bem, quer nos curar, quer que sejamos plenos, quer nos dar vida abundante, quer nos fazer prosperar, mas, no fundo do nosso coração, nós temos algo chamado consciência, e a consciência, desde Adão, participou da árvore do conhecimento do bem e do mal, veio a existir e tem roubado a nossa fé todas as vezes que olhamos para nós.

Você tem o direito de ser curado e suprido pelo direito legal que lhe foi dado na cruz de Jesus.

Porque a lei foi dada por intermédio de Moisés; a graça e a verdade vieram por meio de Jesus Cristo. (Jo 1.17)

A lei foi dada por um servo, a graça veio por um filho. A verdade está do lado da graça, e não da lei. A lei é verdadeira, mas não é a verdade que liberta. Quando Jesus estava falando sobre “conhecer a verdade e ela libertará”, Ele estava falando com o os judeus, que conheciam a lei desde os 5 anos de idade. Graça e verdade vieram por Jesus Cristo. No primeiro milagre da lei, Moisés transformou água em sangue, resultando em morte. No primeiro milagre da graça, Jesus transformou água em vinho, resultando em vida e celebração.

Jesus disse: “Conhecereis a verdade”, e esta é a verdade que Ele quer que você conheça hoje, uma graça totalmente pura, que vai libertá-lo de todos os “fantasmas” que rondam a sua mente e a sua vida nestes dias e sempre.

CRISTO É O NOSSO REPRESENTANTE PERFEITO

O sumo sacerdote é um lindo retrato daquilo que Jesus está fazendo assentado à destra do Pai. Por dois mil anos, Ele tem sido o sumo sacerdote da igreja, e a igreja está ignorante disso. Ele não está lá tentando achar falhas em nós para nos punir com uma pandemia; antes, Ele está nos representando diante do Pai.

A imagem da nação dependia da imagem do sacerdote diante de Deus. Se o sacerdote fosse ruim, Deus rejeitava toda a nação; se ele fosse bom, Deus aceitava e abençoava toda a nação. Eles não podiam esperar um ano abençoado, grandes colheitas e vitórias sobre os inimigos porque o sacerdote havia errado, mas quando era bom, eles se alegravam.

Nisto é em nós aperfeiçoado o amor, para que, no Dia do Juízo, mantenhamos confiança; pois, segundo ele é, também nós somos neste mundo. (1 Jo 4.17)

Já seria muito bom se a Bíblia dissesse que somos tal qual Ele foi às margens da Galileia, mas ela diz que somos tal qual Ele é hoje, presente, assentado à destra de Deus. Ele está coroado com honra e glória, toda autoridade lhe foi dada no céu e na terra, acima de todo principado e potestade, reino e domínio, acima de todo nome que existe no céu, na terra e debaixo da terra, agora e no mundo que virá. Ele é o vencedor sobre toda e qualquer crise que existe ou venha a existir no mundo.

E ela diz que tal qual Ele é agora mesmo, nós somos neste mundo. Será que o Senhor tem doença, vírus, depressão, ansiedade, medo, pobreza, pânico, morte? Não. Será que Ele tem todo poder e domínio, sobre tudo? Sim. TAL QUAL ELE É, NÓS SOMOS.

TORNAMO-NOS SEMELHANTES ÀQUELE QUE CONTEMPLAMOS (2 CO 3.18)

Para vivermos a realidade do que Cristo é hoje e caminharmos em vitória no meio da crise, precisamos olhar para Cristo. O Espírito Santo nos transforma quando contemplamos Jesus. O que você pensa que aconteceu com Pedro quando ele viu Jesus andando sobre as águas, acima das ondas? Ele se tornou como Jesus, andou sobre as águas. Você sabe que não pode fazer isso, mas quando você olha para Ele, o Espírito Santo o faz ser como Ele.

Por isso, o diabo quer que você foque em si mesmo e lhe diz: “Olhe o pensamento que você tem, olhe os seus sentimentos, os seus erros, você não pode estar protegido, há brechas em você”. Ele quer você condenado, culpado. Por isso, a fé não funciona, porque você está debaixo de culpa e condenação. Mas o Espírito Santo lhe mostra Cristo. O Senhor disse que, quando o Espírito Santo viesse, Ele o glorificaria. Esquecemo-nos de que o evangelho não é sobre nós, e sim sobre Ele, o lindo Senhor Jesus Cristo. Ele veio para servir, para lavar os seus pés.

Estes são dias em que precisamos receber. É difícil para nós entendermos isso, que, no relacionamento com Ele, diferentemente do relacionamento com os homens, é mais abençoado receber do que dar, pois, no relacionamento com os homens, é mais abençoado dar do que receber, mas com Ele não.

Em relação ao Senhor, Ele quer que você receba. Na história de Marta e Maria, Marta estava muito ocupada, enquanto Maria estava apenas recebendo. Maria escolheu a melhor parte e isso não lhe seria tirado, apenas fique recebendo d’Ele. No poço de Samaria, Jesus estava cansado, mas a mulher veio e recebeu d’Ele. Quando os discípulos voltaram com a comida, perceberam que Ele havia sido fortalecido, estava satisfeito, por quê? Porque uma mulher pecadora veio e recebeu d’Ele.

Com o homem, quando você recebe dele, você o esgota, mas, com o Senhor, quando você recebe d’Ele, você o fortalece.

Que darei ao SENHOR por todos os seus benefícios para comigo? Tomarei o cálice da salvação e invocarei o nome do SENHOR. (Sl 116.12,13)

O salmista pergunta como agradecer ao Senhor pelo que Ele tem lhe dado, e o verso 13 responde: “Tome mais d’Ele”. Esta é a maneira, tome e tome e tome mais. Ele ama isso, quando você toma d’Ele, é como se você o fortalecesse, mas, na verdade, é porque, quando você toma d’Ele, você o coloca na posição de Deus, que de fato Ele é, e isso o honra. Entretanto, para receber, você precisa de fé. A lei rouba a fé, a graça aumenta a fé. Não olhe para você ou para as circunstâncias que o cercam, olhe hoje para Cristo e experimente a sua vitória em dias de crise.

OS FORA DA LEI PODEM TER UMA GRANDE FÉ

O problema de dependermos de nós para vencermos no meio da batalha é que perdemos a fé, pois não