top of page
  • IPACRI

Olhos

ABRINDO OS OLHOS. Texto Lucas 24:14-16 e 28-32.


Quebra-gelo: O que você acha do ditado que diz que as coisas nem sempre são o que parecem?


Introdução: Conta-se uma história que um rapaz que estava de viagem cruzou na estrada com uma senhora que vinha na direção contrária da que ele estava seguindo; ao passar pelo carro do rapaz a mulher pôs a cabeça para fora do carro e gritou: porco. O rapaz ficou muito bravo e respondeu a mulher gritando: sua louca. Alguns metros à frente, acabando de fazer uma curva, o rapaz deu de cara com uma manada de porcos e acabou batendo o carro ao tentar desviar. A mulher estava tentando avisar ao rapaz do perigo, mas como o rapaz entendeu errado e achou que ela estava xingando, acabou batendo o carro. Essa história ilustra muito bem várias situações da vida, inclusive nossa vida com Deus. Muitas vezes entendemos errado, ou não conseguimos perceber direito a realidade a nossa volta, não discernimos o que Deus está fazendo, ou querendo fazer conosco, tomamos a decisão errada, agimos errado, e sofremos por isso. O texto de Lucas 24 mostra muito bem isso, os discípulos sofriam com a perda de Jesus e ao mesmo tempo se sentiam confusos, sem entender o que havia acontecido. Jesus passou a viajar com eles, mas a confusão de suas emoções e pensamentos era tanta que não reconheceram a Jesus. Seus olhos estavam como que impedidos de reconhecê-lo (Lucas 24:16). O que pode manter os nossos olhos fechados para aquilo que Deus está querendo fazer? O que pode nos impedir de reconhecê-lo? Nesta noite vamos aprender juntos; TRÊS COISAS QUE FECHAM NOSSOS OLHOS.

1º -Religiosidade – Mt 11:8-9 – Lc 6:46

Existe uma diferença entre um religioso e um cristão. Religioso é a pessoa que segue uma religião. Já o cristão é a pessoa que não apenas crê em Jesus mais vive os seus ensinamentos. Muitos servem a Deus a sua maneira. Criam algumas “regras próprias” que acham que satisfaz a Deus, isso está errado e mantém os nossos olhos fechados para Deus e seu mover. Só podemos servir e seguir a Jesus, quando realmente estamos dispostos a viver os ensinamentos de Jesus. Os dois discípulos de Lucas cap. 24 certamente viveram tão envolvidos no judaísmo que se esqueceram das Palavras de Jesus. PERGUNTA: Você já passou por uma fase de religiosidade dentro da Igreja? Como você superou esta fase?

2º - Dureza de coração - Mt 13:15 – Jo 8:37

O duro de coração é aquele que, apesar de conhecer a verdade, resiste a ela. Quando o coração está endurecido perdemos a visão e a audição, os sentimentos e discernimentos se tornam limitados. Quando o coração está duro, é sinal de morte espiritual, e consequentemente vivemos em rebelião contra Deus e suas autoridades. Quer ter seus olhos abertos para Deus e Seu mover? Não endureça o coração. PERGUNTA: Em sua opinião, o que leva a pessoa endurecer o seu coração mesmo estando dentro da igreja? Resposta sugerida: Falta de comunhão com Deus; orgulho; decepções; frustrações; etc...

3º Falta de atenção ao que Deus fala (indiferença) - Pv 1:23-26

Quantas vezes não nos lembramos de algo porque não damos a atenção que deveríamos dar quando estávamos ouvindo. Com Deus é a mesma coisa, às vezes a insensibilidade em ouvir a voz de Deus, também ofusca nossa visão. Procure estar sempre atento ao que Deus fala a você, preste atenção, e procure responder ao Senhor. PERGUNTA: Com suas palavras, o que fazer para ouvir melhor a voz de Deus? Peça para os irmãos compartilhar.

Conclusão: Você quer uma vida abençoada? Quer que seus olhos sejam verdadeiramente abertos para as coisas de Deus? Quer experimentar uma vida sobrenatural, cheia do poder e da presença de Deus? Para isso, precisamos estar dispostos a deixar de ser somente um religioso, deixar de endurecer o coração a Deus e estar disposto a ouvir a sua voz.


 
  • Cultos: Quinta 20H e Domingo 18H

126 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page