top of page
  • IPACRI

A VOLTA DE CRISTO

TEMA: A VOLTA DE CRISTO Texto Base: 1 Tessalonicenses 4:13-18


Quebra-gelo: Em sua opinião, a igreja está preparada para a vinda de Cristo?

Introdução: A volta de Jesus esta ficando cada vez mais perto. A maior esperança de um cristão verdadeiro é a volta de Cristo. Pedro em sua segunda carta no capítulo 3, versículo 12, diz que devemos aguardar e desejar pelo dia da vinda de Cristo. De fato, todo cristão verdadeiro anseia pela volta de Cristo. Em 2 Timóteo 4:8, diz que Jesus virá para os que amam a Sua volta. Nesta noite vamos falar sobre:


04 CONSIDERAÇÕES SOBRE A VINDA DE CRISTO


1ª Consideração – Carne e sangue não vão herdar o Reino de Deus. – 1 Coríntios 15:50-52

A Bíblia nos ensina que no momento do arrebatamento nossos corpos serão transformados. Assim como este nosso corpo terreno não pode herdar o reino de Deus, nada do que é material herdará o reino de Deus. Dinheiro, bens , roupas, nada disso iremos levar para o céu, por isso precisamos nos desprender de tudo aquilo que é material.

PERGUNTA: Em sua opinião, o que mais tem prendido o cristão neste mundo.


2ª Consideração – Jesus vai voltar num momento que ninguém espera. – Mateus 24:37-42 e v.44

O Filho do homem virá na hora em que não esperais..... Muitos acham que a volta de Cristo será precedida por algum evento sobrenatural, mas a Bíblia nos ensina que será como nos dias de Noé, onde comprovam, vendiam, casavam até o dia que Noé entrou na arca, a vinda de Jesus também será assim.

PERGUNTA: Leia 2 Pedro 3:3-4 e peça para o grupo comentar o que entendeu sobre o texto lido.


3ª Consideração – A volta de Jesus vai pegar muitos cristãos despreparadosMateus 25:1-13


Na parábola contada por Jesus, as 10 virgens representa a Igreja, mas embora todas fossem virgens (igreja), metade não estava preparada para a vinda do noivo. Muitas pessoas que hoje estão dentro da igreja, infelizmente não vão subir no arrebatamento por que suas lâmpadas estão apagadas, falta o azeite (símbolo do Espírito Santo). PERGUNTA: Com suas palavras, comente como manter o fogo do Espírito acesso em nossas vidas?


4ª Consideração – Jesus voltará para buscar uma Igreja irrepreensível - 1Tessalonicenses 5:23

O texto lido diz que devemos conservar todo nosso espírito, alma e corpo irrepreensível para vinda de Jesus. Aqueles que querem realmente encontrar-se com Jesus, precisam se santificar completamente dos desejos da carne, e dos prazeres deste mundo, para fazer parte da Igreja Gloriosa, sem mácula, nem ruga, mas santa e irrepreensível (Efésios 5:27).

PERGUNTA: Em sua opinião, o que é ser um cristão irrepreensível?


CONCLUSÃO: A volta de Cristo tem que ser nossa maior esperança, que em nosso projeto de vida para 2017, possamos buscar como prioridade, se santificar, aguardando e desejando a volta de Cristo!!!!


IPACRI - IGREJA DA FAMÍLIA

 

AGENDA



 

DICAS PARA O LIDER DE CÉLULA


É muito comum a procura por uma “receita” que faça o trabalho de células “dar certo”.

Na verdade, não existe uma “receita”. Pesquisando diversas Igrejas em células, nota-se uma diversidade enorme de estratégias que estão funcionando e “dando certo”. No entanto, também é uma grande verdade que certa estratégia que está “funcionando” em uma Igreja, pode não “funcionar” em outra.


O que pôde se observar na maioria dos casos em que o trabalho de célula “deu certo”, este resultado positivo se deu porque o trabalho foi baseado em três dicas bem simples:


1. Não pare de ensinar

A perseverança em ensinar faz toda a diferença. Sim, parece fácil e óbvio. No entanto, o que acontece muito é o líder desanimar e parar de ensinar, de comunicar a estratégia, porque parece que o grupo não está ouvindo, não está entendendo ou não está dando a devida importância.

Isso é assim mesmo! Às vezes, parece que o líder fala, fala, fala e fala, as mesmas coisas, e o povo parece não estar aprendendo nada… Você já se sentiu assim?

Pois é… acontece que, apesar de não parecer, as pessoas estão, sim, de alguma maneira, absorvendo o que você está ensinando, ainda que não esteja aparecendo.

Por isso, o líder precisa perseverar no ensino e continuar a comunicar a estratégia e a visão.


2. Não “forçar” ninguém a nada

Forçar alguém a fazer qualquer coisa não dá certo!

Mais uma vez, apesar de parecer óbvio, veja o exemplo de uma célula que está “dando certo” e está crescendo em número. Em um cenário como este, é muito comum o líder “colocar” alguém para liderar a célula para que a multiplicação aconteça. Por vezes, são pessoas que estão envolvidas, alegres, felizes com o grupo, contudo, não querem liderar uma célula.

O que acaba acontecendo na maioria dos casos é que, devido à pressão do líder, esse membro acaba aceitando a liderança, ainda que sem querer. E, lá na frente, dali a algum tempo, esta célula trará algum tipo de problema para que se resolva junto aos supervisores.

Talvez você possa estar se perguntando como a célula multiplicará se não houver o convite por parte do líder. Porém, é preciso deixar claro que existe uma diferença muito grande entre motivar e influenciar de cobrar, pressionar ou obrigar.

Quando você está motivando ou influenciando alguém para liderar, você está fazendo um convite gentil e respeitoso para que ela aceite não o seu convite, mas o chamado de Deus para a vida dela. É algo singelo onde, dia a dia, o convite irá gerando sonhos até que Deus alcance o coração da pessoa e ela aceite o chamado de liderança para o qual Ele a chamou.

Outra coisa que não pode ser “forçada” é o discipulado. A frase “todo mundo discipulado” não quer dizer que todo mundo TEM que ser discipulado. A frase determina uma visão pelo qual a Igreja tem orado.

O discipulado é algo extremamente poderoso. Traz benefícios para todos. A Igreja pode e deve motivar e influenciar através de testemunhos e etc., mas não deve obrigar ninguém a ser discipulado, até porque, para que o discipulado funcione, o discípulo precisa querer ser ensinado, caso contrário, ele fechará o seu coração e as reuniões de discipulado não terão vida e nem resultado.


3. Não focar na multiplicação

É fato que a célula nasce para multiplicar. Entretanto, se o foco do líder for a multiplicação, não só ele, mas o grupo como um todo, será levado a intentar multiplicar a célula sem perceber que não se tem um líder pronto para assumi-la.

Quando um líder que não está pronto assume uma célula é porque ele passou pelo processo de treinamento de forma inadequada e assumiu de forma prematura a liderança. Por não ter passado pelo processo no tempo e da forma correta, ele não terá a “maturidade” necessária para as adversidades que uma liderança traz.

Por isso, o foco de todo líder precisa ser em formar outros líderes para que possa multiplicar as células e não na multiplicação, efetivamente.

Com base nestas três dicas práticas, o líder pode ter a certeza de que já tem “meio caminho andado” para que o trabalho com a sua célula “dê certo”.

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page