top of page
  • IPACRI

Construa o seu legado

Você sabia que, segundo um americano que é autor de um dos livros mais vendidos da atualidade, mais de 95% da sociedade se contenta com muito menos do que poderiam ter, ser ou viver e que, como consequência, gastam a maior parte do tempo vivendo de remorso, ao invés de buscarem mudanças?


Este autor relatou também que, segundo a administração de seguro social, se forem acompanhadas 100 pessoas desde o início da carreira aos próximos 40 anos (até a aposentadoria), apenas 1 ficará rica, 4 estarão financeiramente seguras, 5 estarão trabalhando (não por que querem, mas por necessidades), 36 estarão mortas e 54 quebradas e dependentes do governo, de parentes e amigos. Em resumo, menos de 5% das pessoas terão sucesso em criar e viver uma vida de liberdade, e os outros 95% continuarão com dificuldades a vida toda.


Essa maneira de viver é conhecida também por mediocridade. Essa palavra não soa bem para a maioria de nós, mas é a melhor forma de traduzir o estilo de vida que se tornou padrão para a maioria. É provável que o motivo principal pelo qual muitos vivam dessa maneira nada mais seja do que a falta de propósito. Muitos não sabem quem são, nem o que Deus pensa a seu respeito, não se interessam pelo futuro e, consequentemente, em como o estão construindo e o legado que deixarão. Cantamos canções populares que dizem: “Deixa a vida me levar, vida leva eu...”, ou “Vou deixar a vida me levar pra onde ela quiser...”, quando, na verdade, deveríamos perceber que esse tipo de “poesia” anda na contramão do que Deus pensou e planejou a nosso respeito. Além disso, precisamos estar prontos para apontar o caminho e a direção para quem ainda não encontrou o seu propósito de vida. Textos: 2 Crônicas 21:20 O que a Bíblia diz a respeito disso?


Há algum tempo temos falado sobre como construir uma vida de profundidade em Deus. Aprendemos muitos princípios à luz da Palavra. Uma verdade importante que a Bíblia ensina é sobre a necessidade de termos nosso coração alinhado com o coração do Senhor, e Ele deseja que nós deixemos um legado.


Nós fomos chamados para escrever uma história que valha a pena ser lida e contada pelos outros. No texto que lemos a Bíblia conta a breve história do rei Jeorão, rei de Judá. O texto conta que ele sucedeu seu pai, o rei Josafá, e reinou por 8 anos. Jeorão foi um mau rei. Ele casou-se com Atalia (filha de Acabe e Jezabel, reis perversos), e morreu jovem, com apenas 40 anos. Seu epitáfio (placa contendo uma mensagem ou elogio que resume a vida de quem se foi) dizia: “Andou no caminho dos reis de Israel” (2Rs 8:18), ou seja, ele “fez o que era mau aos olhos do Senhor”.


Em poucas palavras a Bíblia nos conta como alguém com um tremendo potencial e uma oportunidade sem igual foi capaz de desperdiçar tudo e terminar a vida muito mal. Como rei, Jeorão poderia ter feito coisas grandiosas para Deus, poderia ter ajudado muitas pessoas, ter vivido uma vida de excelência, poderia ter exercido influência positiva sobre uma geração inteira. Se é fato que a maioria hoje vive de maneira medíocre e, provavelmente, essa não é a vida que nós desejamos nem muito menos é a vida que Deus planejou pra nós, então como poderemos viver uma vida abençoada, ou uma vida de sucesso? Como podermos fazer a diferença e deixar um legado?


1. Comece o quanto antes a viver uma vida reta diante de Deus. Muitos acreditam que deveriam viver toda a sua juventude e gastar todos os seus recursos (tempo, energia, saúde, vigor, dinheiro etc.) para aproveitar os prazeres que a vida proporciona. Porém, nenhum servo de Deus que fez a diferença e viveu seu propósito plenamente cultivou esse tipo de mentalidade. Homens e mulheres de Deus que foram relevantes e deixaram um legado abraçaram o que Deus havia oferecido a eles com um senso de urgência. Você considera urgente viver aquilo que Deus confiou a você? Você entende que o chamado de Deus para a sua vida é para hoje ser uma benção onde você está, onde Ele te plantou, e onde Ele pode leva-lo? Você está vivendo plenamente o propósito de Deus para sua vida?


2. Saiba que o seu talento não é tudo... Essa frase soa como um clichê, mas nos faz pensar que sermos bons não é o suficiente. Ter habilidades, talentos naturais e até mesmo talentos sobrenaturais não tem muito sentido se não aprendermos a aplicar essas ferramentas para edificação do Reino de Deus. Nós fomos chamados para construir algo grandioso e relevante para o Senhor. Ele derrama unção e nos capacita, porém Deus faz tudo isso com um propósito: servir, usar os dons que recebemos, sermos úteis e operantes em Sua obra. Você tem colocado em prática aquilo que já recebeu do Senhor? Você tem compartilhado o amor de Cristo? Como você serve em Sua obra? Quais as áreas de “graça” que o Senhor o tem usado, a partir de seus dons e talentos pessoais?


3. Não deixe pra depois o que você pode experimentar desde agora. Jeorão teve a oportunidade de viver uma vida intensa, extraordinária e muito abençoada diante de Deus, mas desperdiçou tudo isso. Morreu novo, aos 40 anos, deixando de ser tudo o que poderia ter sido para o Senhor. Quando falhamos, Deus sempre levanta outros em nosso lugar para cumprir o propósito que Ele havia designado a nós. Não há problemas para Deus, nada pode pará-lo em parar os seus planos. Mas a verdade é que todos nós recebemos a chance de viver algo extraordinário com Ele, a ponto de construirmos uma história e um legado, algo para nossos filhos e para as próximas gerações. Você já começou a construir seu legado? Pense sobre isso. Desafio Durante essa semana, avalie de que forma a sua vida será lembrada depois que você partir. Como as pessoas lembrarão de você? O que você deixará a elas de útil e proveitoso? Conclusão Aquele rei foi lembrado como alguém que partiu sem deixar saudades. Que o Senhor nos dê graça de vivermos uma vida diferente. Que a partir de nossa vida o nome de Jesus seja glorificado e conhecido. Você deseja construir um legado útil e relevante? Você já sabe o que precisar fazer. Se esse é o seu desejo, feche os seus olhos, vamos orar.

Posts recentes

Ver tudo

ESPERAR

Komentarze


bottom of page